Anvisa aprova nova droga para tratamento do câncer de pâncreas

Anvisa aprova nova droga para tratamento do câncer de pâncreas

No dia 10/04/17 a Anvisa aprovou uma nova droga para o tratamento do câncer de pâncreas metastático. Trata-se do paclitaxel nanoparticulado albuminado (Abraxane). A aprovação foi para uso na primeira linha de tratamento. O Abraxane já é utilizado há cerca de dez anos nos Estados Unidos para tratamento de câncer de mama e de pulmão. Portanto é uma droga com efeitos colaterais conhecidos.

O tipo de tumor mais comum do pâncreas é o adenocarcinoma. É uma doença agressiva que, na maioria das vezes, é descoberta tardiamente. Esse tipo de câncer é responsável por cerca de 4% das mortes por câncer em nosso país, de acordo com os dados do INCA.

O estudo que motivou a aprovação do Abraxane  foi publicado na revista New England Journal of Medicine em 2013. Nesse estudo o paclitaxel nanoparticulado albuminado foi administrado em combinação com a gencitabina. A combinação foi comparada com a gencitabina isolada. Os pacientes tratados com a combinação de drogas tiveram maior chance de redução de seus tumores. Também tiveram maior tempo de sobrevida global.

Os principais efeitos colaterais do  paclitaxel nanoparticulado albuminado são: neutropenia ( redução no número de neutrófilos) neuropatia e fadiga.

O tratamento mais utilizado para os pacientes com câncer de pâncreas metastático  é um esquema de  quimioterapia chamado de FOLFIRINOX. Esse esquema de quimioterapia tem toxicidade elevada e normalmente é empregado naqueles pacientes com boa condição clínica.

Até o presente momento não foram publicados estudos comparando o FOLFIRINOX com a combinação de gencitabina e abraxane, que é o novo tratamento aprovado pela anvisa.

Caberá ao oncologista selecionar a melhor opção de tratamento para cada paciente de forma individualizada.

Referência

http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1304369#t=abstract

Autor:

Dr. Volney Soares Lima
CRM MG 33029 / RQE 15235
Médico Oncologista Clínico do Hospital Felicio Rocho e da clinica Oncocentro BH
Membro Titular Sociedade Brasileira Oncologia Clinica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *