Câncer de ovário e resistência ao tratamento: novos horizontes

Câncer de ovário e resistência ao tratamento: novos horizontes

O câncer de ovário é o câncer ginecológico que mais mata, muito pelo diagnóstico tardio na maior parte dos casos. O tratamento padrão do câncer de ovário é cirurgia seguida de quimioterapia que tem como as platinas (medicamentes quimioterapicos) como peça chave. Para as pacientes que não respondem de maneira sustentada a este tratamento, pouco temos a oferecer. Mas um grande passo foi dado neste sentido.

Apesar de termos boas respostas no inicio do tratamento, o câncer volta na maior parte das pacientes por resistência à quimioterapia. É fundamental o desenvolvimentos de novas drogas para estas pacientes. Mais do que isso, precisamos entender e identificar melhor quais pacientes têm cânceres mais resistentes à quimioterapia padrão.

O tipo mais comum de câncer ovariano é o epitelial. Durante o desenvolvimento e crescimento do aparelho reprodutos feminino algumas etapas são comandadas por um gene chamado Homebox (HOX). No câncer de ovário epitelial é comum haver a mutação deste gene com descontrole na proliferação celular.

A recente descoberta dos cientistas está ligada a variações do HOX:

– Algumas mutações do HOX estão ligada a uma doença mais agressiva e consequentemente a uma evolução mais desfavorável em tumores epiteliais de ovário;

– As variantes HOXB4 e HOXB9 estão ligadas a resistência a quimioterapia baseada em platina.

O próximo passo seria descobrir como bloquear estas variantes mais agressivas. A boa notícia é que esta etapa também já começou a ser trabalhada. Foi testado em ratos uma droga que age no HOX, impedindo seu funcionamento. Nos animais que receberam esta medicação a quimioterapia com platina voltou a fazer efeito. Só nos resta agora esperar pelos testes em humanos e torcer para que esse seja um novo e melhor horizonte para as pacientes com câncer de ovário

Bibliografia:

http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/ijc.30204/suppinfo

 

Autora:

Dra Maria Helena Cruz Rangel Da Silva
CRM mg 49563 RQE 28713
Médica Oncologista Clínica da clinica Oncocentro Bh

Comments (1)

  1. Que alegria saber que existem novas pesquisas. Estou em tratamento de câncer epitelial já faz dois anos. Deus abençoe que novos tratamentos venham logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *