Notícias

Pacientes com Linfoma tem opção de medicação subcutânea.

Pacientes com Linfoma tem opção de medicação subcutânea.

Linfomas são tumores malignos que tem origem no sistema linfático, uma rede complexa de vasos, linfonodos (gânglios) e outros órgãos, que é responsável pelo transporte de linfócitos (glóbulos brancos / células de defesa) pelo corpo. A doença se desenvolve nos linfonodos, encontrados em várias partes do corpo, e geralmente é diagnosticada pelo crescimento anormal desses gânglios. São basicamente divididos em dois tipos de acordo com as características das células: O Linfoma de Hodgkin e o Linfoma não Hodgkin.

Leia Mais

Anvisa aprova nova droga para tratamento do câncer de pâncreas

Anvisa aprova nova droga para tratamento do câncer de pâncreas

No dia 10/04/17 a Anvisa aprovou uma nova droga para o tratamento do câncer de pâncreas metastático. Trata-se do paclitaxel nanoparticulado albuminado (Abraxane). A aprovação foi para uso na primeira linha de tratamento. O Abraxane já é utilizado há cerca de dez anos nos Estados Unidos para tratamento de câncer de mama e de pulmão. Portanto é uma droga com efeitos colaterais conhecidos.

Leia Mais

Participe da consulta pública e ajude a incorporar novos tratamentos no SUS.

Participe da consulta pública e ajude a incorporar novos tratamentos no SUS.

Até o dia 02/05/2017 estarão abertas as consultas públicas da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) sobre a incorporação ao Sistema Único de Saúde do trastuzumabe e pertuzumabe para câncer de mama HER2-positivo metastático em primeira linha de tratamento. A participação de todos é muito importante. A incorporação desses medicamentos pode evitar o óbito prematuro de um grande número de mulheres brasileiras clique aqui.

Leia Mais

Nivolumab quadriplica o tempo de vida em pacientes com câncer de pulmão

Nivolumab quadriplica o tempo de vida em pacientes com câncer de pulmão

Publicado recentemente dados de seguimento mais longo em relação ao tempo de vida dos pacientes com câncer de pulmão não pequenas células que foram tratados com nivolumab. A taxa de sobrevida atingiu 16% em 5 anos, sendo que antes da imunoterapia era entre 4%. O nivolumab constitui uma das novas armas da oncologia, a imunoterapia, que vem apresentando bons resultados em relação a quimioterapia convencional contra alguns tipos de tumores. A droga já é aprovada no Brasil nesse cenário.

Leia Mais

Pílula anticoncepcional protege contra alguns tumores

Pílula anticoncepcional protege contra alguns tumores

Uma preocupação desde introdução da pílula anticoncepcional na década de 60 seria se ela poderia levar ao desenvolvimento de câncer. Isso levou gerações de mulheres a se questionarem sobre os possíveis riscos para a saúde ao escolherem sobre esse método de controle de natalidade. Publicado uma pesquisa da Universidade de Aberdeen, de longo tempo de acompanhamento de pacientes que fazem uso de pílula mostrou dados que, na verdade, sugerem que o anticoncepcional possa proteger contra alguns tipos de câncer.

Leia Mais

Pílula do câncer não se mostrou eficaz

Pílula do câncer não se mostrou eficaz

Divulgado em diversas mídias, os resultados de estudo fase II realizado pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) foram desanimadores. Devido a ineficiência em mostrar benefício da fosfoetanolamina, a chamada pílula do câncer, os testes foram suspensos.

Foi anunciado pelo Dr. Paulo Hoff, diretor do Icesp, que o estudo realizado pelo instituto não comprovou a eficiência da fosfoetanolamina contra o câncer. Dos 72 pacientes tratados com a substância, 59 já foram reavaliados e 58 não tiveram redução de pelo menos 30% no tamanho do tumor, que é o critério para se considerar que houve resposta ao tratamento. Apenas 1 paciente apresentou resposta, portador de melanoma.

Leia Mais

Câncer de próstata: enzalutamida versus bicalutamida

Câncer de próstata: enzalutamida versus bicalutamida

O tratamento do câncer de próstata evoluiu muito nos últimos 7 anos. Atualmente os pacientes com câncer metastático vivem mais e vivem melhor. Duas drogas foram particularmente importantes: a abiraterona e a enzalutamida. Hoje vamos conversar sobre a enzalutamida. Falaremos sobre o estudo Terrain, publicado na revista Lancet oncol em 2016. Esse estudo comparou a enzalutamida, uma droga nova, com a bicalutamida, uma medicação mais antiga. 

Leia Mais

Olaparib: Nova droga aprovada para câncer de ovário

Olaparib: Nova droga aprovada para câncer de ovário

Recentemente foi aprovado pela ANVISA no Brasil, o uso de Olaparib, nova medicação para tratamento de câncer de ovário em mulheres com doença avançada que apresentam mutação no gene BRCA. E também novos dados serão publicados sobre essa mesma droga, mostrando benefícios no câncer de mama avançado já submetido a vários tratamentos e também com mutação no BRCA.

Leia Mais

Aumento na incidência de câncer colorretal em adultos jovens

Aumento na incidência de câncer colorretal em adultos jovens

Um estudo conduzido pela American Cancer Society descobriu um grande aumento no número de casos de câncer colorretal em adultos jovens (menos de 55 anos). Esse aumento foi visto particularmente entre a chamada “Geração X” (pessoas que nasceram entre o começo dos anos 60 e o inicio dos anos 80) e milenares (aqueles que nasceram em torno de anos 1890 e 2000.) Atualmente, três em cada dez diagnósticos ocorrem em adultos jovens nos Estados Unidos.

Leia Mais