Outras orientações

Orientações para você realizar uma consulta médica mais eficaz

Orientações para você realizar uma consulta médica mais eficaz

Uma consulta médica com o oncologista muitas vezes é cercada de sentimentos variados como o medo, angústia, tristeza, esperança e alegria. O paciente se depara com um conjunto de informações que é para ele desconhecido. Não são raras  as situações onde a ansiedade e emoção fazem com que o paciente não consiga captar e entender de forma efetiva as informações que são transmitidas pelo médico.

Assim, com a intenção de melhorar a eficácia da consulta oncológica, elaborei algumas orientações que podem auxiliar os pacientes a se organizar melhor e tentar obter de seu médico o máximo de valor agregado durante as consultas e assimilar melhor as informações mais importantes.

Leia Mais

Radioterapia da Face: Efeitos e Recomendações

Radioterapia da Face: Efeitos e Recomendações

Analisando a ocorrência das complicações pós-radioterapia em tratamentos na região de cabeça e pescoço, verificou-se a necessidade de se instituir um protocolo de atendimento odontológico.

São várias as complicações provenientes da radioterapia da face que influenciam na qualidade de vida do paciente, pois causam dor, limitando a ingestão de alimentos, perda nutricional e piora do quadro clínico,  podendo levar a interrupção temporária da radioterapia.

Leia Mais

Diarréia: receitas que ajudam no seu controle

Diarréia: receitas que ajudam no seu controle

A quimioterapia e a radioterapia abdominal ou pélvica podem afetar as células de revestimento dos intestinos delgado e grosso, causando diarréia. Como a maior parte da absorção de sais minerais, vitaminas e água ocorre no intestino, ela se torna prejudicada. Muitas vezes as enzimas que auxiliam no processo de digestão são reduzidas (como a lactase), acarretando uma intolerância à lactose (açúcar presente no leite de vaca), por exemplo, impedindo que o organismo possa digerir leite e derivados. Nestes casos é indicado evitar alimentos que contenham leite de vaca ou derivados, preferir leite de soja ou sem lactose.Confiram algumas receitas que ajudam a reduzir a diarréia!

Leia Mais

Constipação intestinal: Receitas para ajudar

Constipação intestinal: Receitas para ajudar

A constipação intestinal é um sintoma frequente em pacientes com câncer

Confiram algumas receitas que ajudam  aliviar a constipação intestinal.

VITAMINADO DE CASCAS

Ingredientes:

2 ameixas secas

Cascas de 1 maçã

Cascas de 1 goiaba

200 ml (1 copo) leite integral

Modo de preparo:

Retire a casca da maçã e da goiaba, bata em um liquidificador com as duas ameixas e acrescente a água. Sirva gelada.

Leia Mais

Manejo da constipação intestinal

Manejo da constipação intestinal

Define-se constipação intestinal uma frequência de menos de três evacuações por semana ou sensação de evacuação incompleta ou dificuldade de eliminar as fezes.

A presença de constipação é observada em 40 a 90% dos pacientes oncológicos, predominando nos idosos. A constipação é relatada em 95% dos pacientes em uso de opióides. Estas substâncias ligam-se aos receptores µ do intestino, causando retardo do esvaziamento gástrico, redução do peristaltismo e da secreção intestinal. Observam-se outros sintomas frequentemente associados à constipação: náuseas, eructações, anorexia, desconforto e cólica abdominal.

Leia Mais

Como ajudar o paciente que recebe o diagnóstico de câncer

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (1), somente no ano de 2011, o Brasil teve 500 mil novos casos de câncer, e há uma previsão de cerca de 520 mil novos casos em 2012.

A Organização Mundial de Saúde (2) estima que a incidência de câncer vá dobrar até 2023, principalmente nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento.

Com tudo isso, o câncer vem sendo considerado um dos maiores problemas da atualidade, e apesar dos progressos da medicina em relação ao tratamento, ainda perduram inúmeras metáforas ligadas ao seu diagnóstico, o que leva o momento do diagnóstico um gerador de grande angústia.

Leia Mais

Câncer: Queda de Cabelo e a Quimioterapia

Nenhum outro sintoma é tão associado à quimioterapia quanto a queda de cabelo. Talvez seja o mais preocupante e o que mais cause ansiedade e temor em relação ao tratamento, não só em mulheres, mas também em homens. Alopecia é o seu nome médico!

Porque ocorre queda de cabelo com a quimioterapia? O modo como esses medicamentos atuam no corpo é matando células que se multiplicam rapidamente, como é o caso das células cancerosas, mas também o das células do bulbo capilar (que forma e segura o fio de cabelo) por isso o cabelo é rompido no orifício de saída do couro cabeludo.

Leia Mais