Diagnóstico precoce para o câncer de ovário: uma esperança

Diagnóstico precoce para o câncer de ovário: uma esperança

Não é novidade para ninguém que o diagnóstico precoce é a maior arma para a cura do câncer que temos em nossas mãos. No entanto, algumas doenças não têm um programa de exames que permita antecipar o diagnóstico. Para o câncer de ovário esta história parece estar mudando.

Um grupo de pesquisadores ingleses publicou on line no dia 17/12/2015 os resultados de um importante estudo que acompanhou mais de 200.000 mulheres pós-menopausa entre 50 e 74 anos, sem história de câncer.

Foi avaliada uma estratégia de rastreamento mais intensa que incluiu medidas seriadas do CA125( um tipo de exame de sangue) e naquelas onde era indicado, um exame de ultra som endovaginal.

As medidas do CA 125 foram avaliadas seguindo a estratégia ROCA ( Risk of Ovarian câncer Algorithm). Através desse protocolo de exames os pesquisadores conseguiram separar as pacientes com maior risco de desenvolver a doença e recomendar para elas exames de ultrassom endovaginal, para acompanhamento seriado.

Os resultados foram animadores com uma redução do risco de morte por câncer de ovário no grupo de mulheres seguidas com essa estratégia de diagnóstico.

Os autores ainda precisam de mais tempo acompanhando as mulheres da pesquisa para consolidar os resultados antes de que possamos recomendar o teste como método de rastreio oficial contra o câncer de ovário.

 

Bibliografia:

1) Ian j. Jacobs et al www.thelancet.com Published online December 17, 2015 http://dx.doi.org/10.1016/ S0140-6736(15)01224-6

Autores:

Dra Maria Helena Rangel

Médica residente do serviço de oncologia Clínica Hospital Felicio Rocho

Dr. Volney Soares Lima
CRM MG 33029 / RQE 15235

Médico Oncologista Clínico do Hospital Felicio Rocho, da clinica Oncocentro BH, da Urológica e do IPSEMG

Membro Titular Sociedade Brasileira Oncologia Clinica

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *