Pembrolizumabe: novas indicações são aprovadas no Brasil

Pembrolizumabe: novas indicações são aprovadas no Brasil

O pembrolizumabe é um imunoterápico. Uma nova forma de tratar o câncer. Ele tira o pé do freio do sistema imune. Assim o sistema imune fica mais apto para combater os tumores. Ele ja é usado em nosso país para algumas indicações: melanoma metastático, câncer de pulmão não pequenas células e câncer de bexiga metastático em pacientes que progrediram após qt. Hoje vamos conversar sobre novas 3 indicações para essa medicação recentemente aprovadas pela ANVISA.

CÂNCER DE ESTÔMAGO: O pembrolizumabe  foi aprovado para o tratamento de pacientes com câncer gástrico avançado. Os pacientes candidatos são aqueles cujo tumor  expresse PD-L1 e que ja tenham recebido pelo menos 2 regimes de quimioterapia. O pembrolizumabe foi estudado nessa população de pacientes no estudo KEYNOTE-059.

CÂNCER DE BEXIGA: o pembrolizumabe foi agora aprovado para o tratamento de pacientes com tumor de bexiga metastático e que não podem receber quimioterapia com platina. Essa indicação é muito importante pois o tratamento mais empregado no tratamento do câncer de bexiga metastático é a quimioterapia utilizando a cisplatina. Porém cerca de 40% dos pacientes não conseguem fazer esse tratamento devido problemas clínicos ( por exemplo insuficiência renal). Para esses pacientes agora a melhor opção passa a ser o pembrolizumabe.

 

CÂNCER DE PULMÃO: em junho de 2018 foi publicado no diário oficial da união a aprovação do pembrolizumabe para tratamento de câncer de pulmão não pequenas células. A aprovação atual é para o uso concomitante com a quimioterapia. Esse esquema, qt mais imunoterapia, na minha opinião abre uma janela de oportunidades para os pacientes com câncer de pulmão.

 

Autor

Dr. Volney Soares Lima
CRM MG 33029 / RQE 15235

Médico Oncologista Clínico do Hospital Felicio Rocho, da clinica Oncocentro BH, da Urológica e do IPSEMG

Membro Titular Sociedade Brasileira Oncologia Clinica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *