Preservação da fertilidade no câncer de mama

Preservação da fertilidade no câncer de mama

A quimioterapia para o câncer de mama pode causar insuficiência ovariana precoce, ou seja, os ovários param de produzir os hormônios femininos, induzindo a menopausa antecipada e até mesmo infertilidade. Esse efeito pode ser reversível após o final do tratamento, porém nem todas as pacientes recuperam a função ovariana e voltam a menstruar.

A menopausa precoce pode causar sintomas e interferir na qualidade de vida das mulheres com câncer de mama. Os principais sintomas são fogachos (ondas de calor), perda de libido, sintomas genitais e depressão ou ansiedade. Além disso, a menopausa pode aumentar o risco cardiovascular e a perda de massa óssea.

Com o grande número de pacientes jovens com câncer de mama é importante o estudo de estratégias para evitar a falência ovariana precoce induzida pela quimioterapia. Nessas pacientes, a preservação da fertilidade muitas vezes é motivo de grande preocupação antes do início do tratamento.

O estudo inglês OPTION mostrou que o uso de gosserrelina, que é um medicamento que bloqueia a produção do hormônio estrogênio na mulher, pode reduzir a incidência de menopausa precoce induzida por quimioterapia principalmente em mulheres jovens, com menos de 40 anos de idade.

Esse estudo incluiu 227 pacientes com câncer de mama inicial, que ainda apresentavam ciclos menstruais regulares e que estavam recebendo quimioterapia. A gosserrelina foi utilizada 2 semanas antes e durante a o tratamento quimioterápico e causou uma redução na incidência de falência ovariana de 34,8% para 18,5%.

A escolha do melhor tratamento nas pacientes com câncer de mama sempre é individualizada e deve levar em consideração o perfil de cada paciente, as características do tumor e o tipo de tratamento proposto. Estudos maiores ainda são necessários para definirmos as melhores estratégias para preservação da fertilidade nestas pacientes.

 

Referência:

https://doi.org/10.1093/annonc/mdx184

 

Autora

Dra Ana Carolina Barbosa CRM MG 54625

Médica residente de Oncologia clínica do Hospital Felicio Rocho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *