Todos os post com a tag quimioterapia

Vômitos e náuseas induzidos pela quimioterapia.

Vômitos e náuseas induzidos pela quimioterapia.

Poucos efeitos colaterais induzidos pela quimioterapia são tão temidos pelos pacientes quanto as náuseas e vômitos. Vale ressaltar que quimioterapia não é a única vilã. Em um paciente com diagnóstico de câncer a radioterapia e o uso de opióides (drogas usadas no controle da dor) também podem provocar náuseas. Nesse post falaremos sobre os tipos de náuseas que um paciente recebendo quimioterapia pode apresentar e quais os fatores que fazem com que alguns pacientes tenham mais enjoo que os outros.

Leia Mais

Quimioterapia precoce em câncer de prostata avançado: uma mudança de paradigma?

Quimioterapia precoce em câncer de prostata avançado: uma mudança de paradigma?

A manipulação hormonal é o tratamento padrão para pacientes com câncer de próstata metastático desde 1940. No início do mês de agosto/2015 foi publicado o estudo CHAARTED, ouECOG 3805, que comparou o tratamento padrão isolado ou associado a quimioterapia para pacientes com doença avançada com ganho em tempo de vida. E é sobre ele que falaremos hoje.

Leia Mais

Tratamento pós operatório do câncer de mama

Tratamento pós operatório  do câncer de mama

O Câncer de Mama é a doença maligna mais prevalente entre as mulheres em todo o mundo. Segundo dados do INCA, a estimativa no Brasil para 2014 foi de 57.120 novos casos, com uma taxa de mortalidade de 15,88% no período entre 2008 e 2012.[1] O tratamento adjuvante age de forma complementar à cirurgia visando diminuir o numero de recidivas, tanto na própria mama (recidivas locais) quanto em outros órgãos (recidivas à distância), e de mortes causadas pelo câncer de mama.

Leia Mais

Processo de Comunicação em Oncologia

Vivemos ainda em uma cultura na qual o câncer é muito mistificado,  sendo fatídica a dificuldade de nos despirmos dessa cultura internalizada de que o câncer estará sempre associado a uma fatalidade. Desse modo, a comunicação sobre os assuntos que envolvem a palavra câncer costumam ser estressantes e de difícil manejo, tanto no momento do diagnóstico quanto no prognóstico. Essa é uma realidade tanto para quem recebe quanto para quem dá a notícia. Esse processo de comunicação em oncologia é muito importante para a segurança e confiança do paciente e seus familiares, e se a pretensão é desenvolver a arte de cuidar de pessoas com câncer, há que se atentar às questões que envolvem todo esse processo. Comunicar é transmitir atitudes e não apenas informações.

Leia Mais

Câncer: o que são Drogas-Alvo?

Câncer: o que são Drogas-Alvo?

Um dos maiores problemas do tratamento medicamentoso do câncer é que as células cancerígenas são, do ponto de vista genético, 99,9% iguais às células normais do organismo. A quimioterapia em geral age sobre o DNA matando as células em rápida multiplicação. Nesse sentido, é preferencialmente nociva às células cancerígenas, mas também a qualquer tecido normal cujas células apresentem característica de rápida proliferação, por exemplo, a medula óssea, a mucosa do tubo digestivo ou as células do bulbo capilar. Isso explica por que os agentes quimioterápicos podem levar à queda dos componentes do sangue, às mucosites e à queda dos pêlos, por exemplo.

Leia Mais

Orientações e Receitas para os dias de Quimioterapia

Durante os dias de quimioterapia, opte por uma alimentação mais leve, pois alguns quimioterápicos podem apresentar efeitos colaterais como náuseas e vômitos. Escolha preparações que não exijam muito do processo de digestão, se tornando ideais para estes dias as sopas, chás e gelatinas. Abrande as fibras pela cocção, evite alimentos fermentescíveis como o repolho, couve flor, pimentão, pois podem causar desconforto abdominal. Evite volume grande de líquidos e alimentos em um mesmo horário, fracionando as refeições de 1 em 1 hora ou no máximo de 2 em 2 horas com pequenas porções e ingira os líquidos em pequenos volumes também várias vezes ao dia (exceto junto às grandes refeições).

Leia Mais

Câncer: Queda de Cabelo e a Quimioterapia

Nenhum outro sintoma é tão associado à quimioterapia quanto a queda de cabelo. Talvez seja o mais preocupante e o que mais cause ansiedade e temor em relação ao tratamento, não só em mulheres, mas também em homens. Alopecia é o seu nome médico!

Porque ocorre queda de cabelo com a quimioterapia? O modo como esses medicamentos atuam no corpo é matando células que se multiplicam rapidamente, como é o caso das células cancerosas, mas também o das células do bulbo capilar (que forma e segura o fio de cabelo) por isso o cabelo é rompido no orifício de saída do couro cabeludo.

Leia Mais