Tamoxifeno e seus efeitos colaterais

Tamoxifeno e seus efeitos colaterais

O Tamoxifeno é uma droga da década de setenta que ainda hoje é muito utilizada no tratamento do câncer de mama. Ele é utilizado tanto na adjuvância, reduzindo o risco de recidiva do câncer, quanto no tratamento do câncer de mama metastático. Seus benefícios, na maioria dos casos, superam os seus riscos. Nesse post descreveremos alguns dos efeitos colaterais mais importantes desse medicamento utilizado por milhares de mulheres.

O tamoxifeno é um modulador seletivo do receptor de estrogênio. Isso significa que em alguns tecidos ele tem efeito antagonista (contrário ao do estrogenio) como é o caso da mama. Já em outros órgãos ele tem efeito agonista ( aumenta o efeito do estrogênio) como é o caso do útero. Seus efeitos colaterais mais comuns são:

– Fogachos: As famosas ondas de calor são um efeito colateral comum do tamoxifeno. Em cerca de 30% das mulheres os fogachos incomodam bastante. As mulheres pré menopausas apresentam mais fogachos relacionados ao tamoxifeno do que aquelas na pós menopausa.

Eventos trombo embólicos : O tamoxifeno aumenta o risco de trombose venosa profunda e de embolia pulmonar. O risco de trombose está associado ao maior tempo de uso da droga, sendo mais frequente naquelas mulheres que utilizam a droga por dez anos. Pacientes em uso de tamoxifeno devem suspender o uso da medicação alguns dias antes de se submeterem a procedimentos cirúrgicos que requeiram imobilização prolongada, pois isso aumenta ainda mais o risco de trombose.

Câncer de endométrio e sarcoma uterino: Isso mesmo, apesar de ser usado para diminuir o risco de câncer de mama, o tamoxifeno aumenta o risco de câncer de endométrio (a parte interna do útero) e também de sarcoma uterino (um tipo menos frequente de tumor).

Problemas oculares: O uso do Tamoxifeno foi associado com um maior risco de desenvolvimento de catarata em alguns estudo. Apesar de não ser uma unanimidade, alguns especialistas recomendam que as pacientes que estejam usando a medicação façam uma avaliação oftalmológica anual.

Referência:

  1. http://www.uptodate.com

Autor:

Dr. Volney Soares Lima
CRM MG 33029 / RQE 15235
Médico Oncologista Clínico do Hospital Felicio Rocho, da clinica Oncocentro BH e do IPSEMG
Membro Titular Sociedade Brasileira Oncologia Clinica

 

Comments (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *