Tratamentos

Sobreviventes de tumores ginecológicos: efeitos tardios da radioterapia

Sobreviventes de tumores ginecológicos: efeitos tardios da radioterapia

Os cânceres do aparelho reprodutor feminino são tumores muito comuns. No nosso país o câncer de colo uterino, por exemplo, ocupa o terceiro lugar no ranking dos cânceres em mulheres. A radioterapia é parte fundamental no tratamento de vários tumores do aparelho reprodutor feminino, destacando se os tumores de útero (endométrio) e o de colo uterino. Hoje vamos falar sobre os sintomas tardios da radioterapia em pacientes que venceram os tumores ginecológicos..

Leia Mais

Tamoxifeno e seus efeitos colaterais

Tamoxifeno e seus efeitos colaterais

O Tamoxifeno é uma droga da década de setenta que ainda hoje é muito utilizada no tratamento do câncer de mama. Ele é utilizado tanto na adjuvância, reduzindo o risco de recidiva do câncer, quanto no tratamento do câncer de mama metastático. Seus benefícios, na maioria dos casos, superam os seus riscos. Nesse post descreveremos alguns dos efeitos colaterais mais importantes desse medicamento utilizado por milhares de mulheres.

Leia Mais

Nivolumab nova droga aprovada pela ANVISA contra o câncer de pulmão e Melanoma

Nivolumab nova droga aprovada pela ANVISA contra o câncer de pulmão e Melanoma

O nivolumab (Opdivo) é um medicamento da moderna classe dos imunoterápicos que teve na última segunda feira sua aprovação pela ANVISA para uso em casos de câncer de pulmão e melanoma. Hoje vamos detalhar um pouquinho sobre esta droga que é uma grande promessa para o tratamento do câncer.

Leia Mais

Ramucirumab: nova droga no câncer de estômago

Ramucirumab: nova droga no câncer de estômago

O ramucirumab foi aprovado pelo FDA (agência regulatória norte americana) para tratamento do câncer de estômago em abril de 2014. Dois anos após, essa nova medicação vai chegar ao Brasil!!! Vamos falar um pouco sobre esse remédio com nome complicado rs… Mas que pode ajudar pacientes com câncer de estômago. Vamos explicar como ela age, quando e como ela deve ser usada no tratamento do câncer de estômago, e seus efeitos colaterais mais comuns.

Leia Mais

Câncer de fígado: sintomas e tratamento

Câncer de fígado: sintomas e tratamento

O câncer de fígado, chamado também de hepatocarcinoma, é mais comumente observado em pessoas que já apresentam algum tipo de alteração do fígado (como por exemplo cirrose e hepatite). Já conversamos em um post anterior sobre seus principais fatores de risco do hepatocarcinoma. Falaremos hoje sobres seus principais sintomas, seu diagnóstico e tratamento. O conhecimento é muito importante, pois o ideal é que o tumor seja descoberto com menos de 2 cm, o que está longe de ser uma realidade nos dias de hoje.

Leia Mais

Radioterapia em menos tempo para câncer de próstata

Radioterapia em menos tempo para câncer de próstata

Nos últimos meses, tanto no Congresso Europeu de Oncologia Clínica (ESMO) quanto no Congresso Americano de Oncologia Clínica, específico para tumores geniturinários (ASCO-GU), foram apresentados resultados de estudos onde buscou-se uma alternativa para a radioterapia habitualmente empregada no tratamento do câncer de próstata.

Leia Mais

A história de uma medicação heróica!!!

A história de uma medicação heróica!!!

Para relaxar um pouco e tentar mesclar conhecimento e distração vamos conversar um pouco sobre o trastuzumab. A história dessa droga, cujo nome comercial é Herceptin, já foi tema de um filme: Uma Chance para Viver (clique aqui). Vamos contar por que esse medicamento foi tão importante para o tratamento do câncer de mama.

Leia Mais

Câncer de próstata: tratamento com aumento de sobrevida!

Câncer de próstata: tratamento com aumento de sobrevida!

Nessa semana (7-9 de janeiro de 2016) está acontecendo em San Francisco, California, o congresso da Sociedade Americana de Oncologia Clínica voltado para tumores urológicos (ASCO-GU). Reportaremos aqui algumas importantes novidades apresentadas nesse evento, iniciando com o câncer de próstata, o mais frequente dos tumores urológicos.

Estudo RTOG 9601 mostrou aumento de sobrevida em pacientes com câncer de próstata que apresentam recidiva bioquímica após cirurgia radical, quando tratados com radioterapia + hormonioterapia associados!!!

Leia Mais

Câncer de ovário: o tempo para iniciar a quimioterapia pode ser importante

Câncer de ovário: o tempo para iniciar a quimioterapia pode ser importante

Os tumores epiteliais de ovário sâo tumores ginecológicos frequentes. Atualmente a maioria dos casos de câncer de ovário é diagnosticada em uma fase mais avançada da doença. O tratamento cirúrgico é a arma mais importante e já se sabe que a qualidade da cirurgia ( aquela que nâo deixa lesões tumorais residuais visíveis) é um importantíssimo fator prognóstico no câncer de ovário. Após a cirurgia normalmente o paciente precisa fazer tratamento quimioterápico. Porém até o presente momento nâo se sabe qual o tempo ideal para o inicio da quimioterapia.

Leia Mais