Notícias

Trastuzumabe para câncer de mama metastático será incorporado ao SUS

Trastuzumabe para câncer de mama metastático será incorporado ao SUS

Publicado na quinta-feira, dia 03 de agosto de 2017, pela Portaria nº 29 do ministério da saúde a incorporação do Trastuzumabe para tratamento de câncer de mama metastático HER-2 positivo na primeira linha de tratamento. O prazo máximo para efetivar a oferta ao SUS é de 180 dias. Esse tratamento vem sendo negado aos pacientes há 2 décadas, sendo necessário entrar na justiça para adquiri-lo. Essa foi uma iniciativa da sociedade brasileira de oncologia clínica ( SBOC)

Leia Mais

FDA aprova dois biossimilares contra o câncer.

FDA aprova dois biossimilares contra o câncer.

No dia 13 de julho 2017 o U.S Food and Drug Administration’s (FDA) Oncologic Drugs Advisory Committee (ODAC) recomendou aprovar por unanimidade as versões biossimilares do bevacizumab ( Avastim) e do Trastuzumab ( Herceptin). Já explicamos o que são biossimilares em outro post. Os membros desse importante órgão julgaram que não existem diferenças clinicamente significativas entre os biossimilares  e os medicamentos de referência.

Leia Mais

Câncer de intestino avançado : nova droga

Câncer de intestino avançado : nova droga

Recentemente disponível no Brasil mais uma droga contra o câncer de intestino avançado: aflibercept. A medicação pertence à classe dos inibidores de angiogênese. De acordo com os dados do estudo VELOUR, os pacientes em tratamento de segunda linha de câncer de intestino metastático que receberam quimioterapia em combinação com aflibercept viveram um pouco mais do que aqueles com quimioterapia isolada, porém as custas de maior toxicidade.

Leia Mais

Gravidez é segura após câncer de mama

Gravidez é segura após câncer de mama

Resultados de longo prazo de um estudo chamado POSITIVE que acompanhou mulheres que engravidaram após terem sido tratadas para câncer de mama em fases mais iniciais mostram-se confortantes. Após um seguimento de 1200 pacientes por 12 anos, não houve diferença de sobrevida livre de doença entre aquelas que engravidaram e não engravidaram. Em outras palavras, a gravidez não aumentou o risco de recorrência ou morte pela doença.

Leia Mais

Câncer de vias biliares: nova opção de tratamento

Câncer de vias biliares: nova opção de tratamento

Hoje vamos dar uma boa notícia sobre o câncer de vias biliares. Quando falamos de tumores de vias biliares estamos nos referindo aos tumores que surgem na vesícula biliar e também sobre o colangiocarcinoma. O colangiocarcinoma é o tumor que surge nas vias biliares do interior do fígado ou nas vias localizadas fora do fígado. Acomete principalmente pessoas entre 60-70 anos de idade. São tumores considerados raros. No congresso da sociedade americana de oncologia realizado no inicio de junho/2017 foi apresentado estudo com nova opção de tratamento para essa doença.

Leia Mais

Olaparib: nova droga contra o câncer de mama

Olaparib: nova droga contra o câncer de mama

Sempre que temos noticia de uma nova droga para o tratamento do câncer de mama é motivo de alegria. Devido a frequência da doença, novos tratamentos podem beneficiar um grande número de mulheres. Sabemos que cerca de 10% das pacientes com câncer de mama tem caráter hereditário. Estima-se que em 80% dos casos de câncer de mama hereditário as mulheres apresentam mutação no gene BRCA. O olaparib devido seu mecanismo de ação tem potencial de atuar com mais eficácia contra o câncer de mama associado à mutação do BRCA. Falaremos sobre os dados apresentados no inicio desse mês no congresso da sociedade americana de oncologia clínica.

Leia Mais

Tumores ginecológicos: principais novidades

Tumores ginecológicos: principais novidades

Hoje falaremos um pouco sobre as principais novidades apresentadas no congresso da sociedade americana de oncologia clínica (ASCO) sobre tumores ginecológicos. Em Chicago, no inicio de junho/2017, foram apresentados estudos interessantes referentes a tumores de ovário, endométrio e colo uterino. Alguns desses estudos tem impacto direto na condução dos casos clínicos. Outros trazem esperança de melhores tratamentos em um futuro breve.

Leia Mais